Uma prática de 6 minutos de mindfullness para relaxar e realinhar depois de um dia agitado

Posted By rafaelreinehr on 25 ago 2018 | 0 comments


Em piloto automático, às vezes nós não percebemos todo o estresse que carregamos ao nosso redor – Explore essa pratica rápida de mindfulness para liberar seu corpo e mente.

 

Para relaxar profundamente e fazer-se presente em nossas vidas, é importante entender como suportamos nossos corpos e onde e quando o nosso corpo absorve estresse.

 

Pode ser que seu corpo fique tenso assim que o alarme desperta pela manhã, ou talvez possa ser o trânsito de todas as manhãs, ou pode ser quando você interage com pessoas específicas, ou quando você vai para cama pensando em todas as coisas que você precisa fazer amanhã.

 

Uma tensão mental pode ser identificada por uma enxurrada de pensamentos que estão correndo pela sua mente. Uma tensão corporal talvez pareça como uma contração muscular, como um aperto no peito, nos ombros ou na mandíbula. A sua intenção aqui é simplesmente ficar curioso sobre o que você sente quando sua mente ou corpo ficam tensionados.

 

Pode ser útil escrever uma lista de quando você perceber essas reações durante o dia.

O que causou esses eventos?

Onde você mais os sente em seu corpo?

Pratique perceber quando e onde você fica tenso e então trabalhe ativamente para aliviar e liberar a tensão.

Você pode fazer essa liberação através de uma respiração profunda inspirando e expirando, ou alongando-se suavemente de um jeito que o ajude a liberar seu corpo e mente. Ou tente uma Prática de de Meditação Relaxe e Realinhe para desacelerar e liberar a tensão.

 

Prática de Meditação Relaxe e Realinhe

 

  1. Você pode fazer essa prática sentado ou deitado, com os olhos abertos ou fechados. Comece com algumas respirações profundas, inspire pelo nariz e expire pela boca, apenas uma sensação de liberar o momento em que estávamos para esse momento agora. Permitindo que toda sua atenção desça para o seu corpo, deixando seu corpo amolecer completamente, relaxando todos os músculos de sua face, seus olhos, sua testa, suas bochechas.

 

  1. Então perceba como o seu corpo está respirando naturalmente, sem precisar fazer nenhum esforço. Se você aprendeu a respirar, você pode aprender a relaxar. Inspire, e tenha a consciência de estar inspirando. Expire e apenas relaxe, liberando qualquer tensão e qualquer coisa que seu corpo esteja segurando. Inspire, sentindo que você sabe que está inspirando. Expire, liberando qualquer ocupação da mente, qualquer desordem na mente, apenas deixando ser e estar.

 

  1. Continue com essa prática mais um pouco, apenas com tendo a consciência do ar entrando e a sensação de liberar, e relaxar o corpo. Se em algum momento durante essa prática sua mente vagar, o primeiro passo é apenas perceber a perambulação, e então amolecer o corpo.

 

  1. Ao se estabelecer aqui, permita que sua consciência preencha o corpo completamente. Acomode-se em todo o corpo, uma sensação de estar aqui, relaxado ainda acordado.

 

  1. Ao chegar ao final dessa prática, observe como você está se sentindo agora. Como seu corpo está se sentindo, como você está se sentindo emocionalmente. Aproveite e tire um tempo para reconhecer a si mesmo por criar esse espaço para se envolver nisso, para sua própria saúde e bem-estar.

 

  1. Agora traga toda sua consciência para a sua face, gentilmente permitindo que a luz penetre, então abra seus olhos se você estava com eles fechados.

 

Você será imperfeito nisso, não se preocupe. Assim como aprender a andar de bicicleta, ou a tocar um instrumento, quanto mais você aprende onde você fica tenso e quanto mais você pratica a liberação, melhor você ficará.

A chave é continuidade e persistência.

 

(Artigo original de Elisha Goldstein, publicado na Revista Mindful)

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: